5 motivos para sua empresa começar a produzir vídeos mobile em formato vertical.

O acesso a internet por meio de smartphones tornou-se a principal forma de navegação, influenciando diretamente no formato de consumo de conteúdo.

Há um tempo, o vídeo vertical era visto de forma negativa, por não poder ser reproduzido em tela cheia, somente com uma barra preta nas laterais. Hoje, o formato tem sido bem aceito pelos usuários e a tendência é de que a produção de vídeos verticais se torne cada vez mais popular.

Confira 5 motivos pelos quais sua empresa deve começar a produzir vídeos verticais.

1 – As pessoas estão acostumadas a usar os smartphones na vertical

Naturalmente, as pessoas usam o celular na direção em que fazem ligações. Seja para ver vídeos ou navegar pelas redes sociais, geralmente, o smartphone é utilizado na vertical. Até um tempo atrás, para consumir conteúdos visuais era necessário virar a tela na horizontal. Com isso, os usuários se dividiam entre realizar ações básicas na vertical e mudar a posição para consumir conteúdo visual.

De acordo com uma pesquisa da MOVR Mobile Overview Report, os usuários de smartphones posicionam seus telefones verticalmente (modo retrato) cerca de 94% das vezes durante o uso.

nKyWWej jVMjDe5YYGBdxniNVR0ThArPr8BsGRbpTclvUn PSaKnzhJP8y90rD2glp85jHOV sZxsHLrJuR9DSPbcN7lh fAnFtRnd 8yWtS97elIGDBqBI 5aEErCJze3L1kmM  - 5 motivos para sua empresa começar a produzir vídeos mobile em formato vertical.

Fonte: Formmetsfunction

Outro estudo, desta vez realizado pela KPCB Research em 2016, aponta que as pessoas nos EUA gastam 29% do tempo usando dispositivos na vertical. Como estão segurando os aparelhos nessa direção para a maioria das tarefas, é natural que gravem seus vídeos do mesmo jeito.

2- As pessoas acessam as mídias sociais pelo celular

Os aplicativos móveis são projetados seguindo o pressuposto de que os usuários estão passando mais tempo nas redes sociais, interagindo na posição vertical. O estudo da Microsoft comScore em 2016 mostrou que quase 80% do uso de redes sociais ocorre em dispositivos móveis – 61% apenas em smartphones. É essencial que o conteúdo desenvolvido siga o formato consumido por esses usuários.

3 – As redes sociais se adaptam bem ao vídeo vertical

Desde Fevereiro de 2017 a renderização de vídeo vertical em aplicativos sociais tem tido resultados positivos. Ao invés de encarar o consumo de conteúdos na vertical como algo negativo, as redes sociais estão aderindo e se atualizando, para oferecer uma experiência melhor para seus usuários.

O Youtube, por exemplo, apresentou a versão Android do aplicativo, sem bordas pretas quando o dispositivo é mantido verticalmente e o vídeo é visualizado em tela cheia. A atualização também permite que ao assistir um vídeo na vertical o telespectador se envolva com reações e comentários de uma maneira que é natural para eles.

4 – O anúncio vertical possui uma conversão melhor

Os vídeos verticais também trazem benefícios para os anunciantes. Com a ocupação visual maior, as chances de distração do usuário diminuem.

A Snapchat já experimenta o resultado positivo com o formato há algum tempo. Em uma pesquisa, a empresa aponta que os anúncios nesse formato atraem até 2 vezes mais a atenção dos usuários. E os resultados comprovam! Em 2015, a Snapchat informou que as taxas de conclusão de anúncios de vídeo vertical em tela cheia eram 9 vezes maiores do que as de anúncios de vídeo horizontais.

5- Os usuários querem praticidade

Pense em você, como usuário, ao navegar por uma rede social espera que o conteúdo chegue da forma mais clara e prática, sem que seja necessário ficar alternando entre links e telas.

Na maioria das vezes, ao se deparar com um vídeo, as pessoas preferem assistir em tela pequena, com as laterais vazias, do que girar 90 graus para assistir em tela cheia – é uma atitude preguiçosa, mas comum.

Entender o que os usuários esperam ao consumir conteúdo é indispensável para uma estratégia assertiva. Entre em contato com a gente e saiba mais! 🙂