O que o termo de pesquisa “para mim” diz sobre o consumidor 2.0?

O consumidor atual tem motivos de sobra para estar mais confiante que nunca. A busca pelo produto perfeito, que antes era feita de loja em loja, hoje é solucionada por poucos toques em smartphones. Com a possibilidade de pesquisas cada vez mais específicas e direcionadas para o perfil de cada usuário, a decisão do comprador digital é, de maneira crescente, resultado da fórmula exata entre oferta e demanda: tudo isso, com o máximo de personalização.

Dados recentes do Google demonstram que buscas genéricas por mercadorias estão em queda e dão lugar à procura por respostas mais completas, relevantes e que gerem o menor esforço possível. Segundo informações da multinacional, frases como “melhores tênis de corrida para mim”, nos EUA, cresceram mais de 120% no último ano. Meios termos estão ficando para trás: agora, vale a lei do “para mim”.

  • Um funil de informações

Com uma quantidade extremamente alta de informações, encontrar o produto ideal poderia não ser tarefa fácil se não fossem as estratégias digitais. Ainda segundo dados do Google, as buscas mobile com o termo “para mim” representaram um crescimento de mais de 60% nos EUA durante os últimos dois anos, e não é apenas isso que está em jogo. De acordo com o levantamento, os norte-americanos estão procurando na internet o que devem ou não fazer. Buscas com o termo “eu deveria” aumentaram mais de 65% no mesmo período. Se a frase “perto de mim” representa a procura por comodidade, searchs como “para mim” e “eu” revelam uma extensão da experiência de exclusividade no cotidiano: um verdadeiro funil de informações, onde só passa quem está pronto para a era do “meu”.

Anunciantes mais adaptados ao ambiente digital tendem a se sobressair. O motivo é que o consumidor 2.0 procura mais que respostas: fato já percebido por quem adaptou seus planejamentos digitais para o novo cenário. Ferramentas de diagnóstico de cabelo para quem deseja renovar o visual, desenvolvida pela American Kennel, e questionários para ajudar pessoas a selecionarem a raça mais adequada de cão segundo o seu perfil, feita pela Pedigree, são apenas alguns exemplos de soluções eficazes já utilizadas para fisgar com maestria o consumidor sedento por respostas dos novos “conselheiros digitais”: as marcas. Você já aproveitou essa nova oportunidade? Saia na frente: entre em contato conosco e trace uma estratégia realmente efetiva para encontrar quem está à procura do que você tem a oferecer.