fbpx

Métricas de SEO: descubra as mais importantes para rastrear

Inscreva-se para receber novidades, insights e dicas sobre marketing digital diretamente em seu email.

Desenvolver um bom trabalho e acompanhar as métricas de SEO são fatores importantes para que o blog ou site apareça nos primeiros resultados do Google. Com essas ações você consegue aparecer no topo das buscas orgânicas, mas para que as respostas sejam boas, é preciso ficar atento aos dados e fazer ajustes sempre que for necessário.

Qual é a importância de investir na otimização e acompanhar as métricas de SEO?

Search Engine Optimization, que em tradução livre significa Otimização para Motores de Busca, é um conjunto de técnicas que tem como objetivo garantir as primeiras posições de um site em buscadores como o Google, Yahoo, Bing e outros. De maneira geral, a finalidade é otimizar as páginas para valorizar e aumentar sua autoridade e desempenho na internet, por isso, analisar as métricas de SEO com frequência impacta diretamente no desempenho das atividades.

Um dos principais benefícios percebidos no uso das técnicas de otimização é que elas atraem um grande volume de visitas orgânicas para o seu site, uma vez que o link aparecerá em destaque quando o usuário realizar uma busca. Conforme você avança com os esforços, as métricas de SEO mostram o aumento nas visitas. Se você pensar que a maioria das pessoas não passam da primeira página de resposta, fica fácil entender porque o blog da sua marca ou a página de produtos do seu e-commerce precisa ser otimizada. Quem não quer aparecer bem no momento em que o potencial cliente está buscando pelo que você tem para aparecer? Você conseguirá isso se o SEO tiver um espaço importante no seu trabalho de marketing digital!

Indicadores importantes para entender se a sua estratégia de SEO está funcionando

Nº 1: Tráfego orgânico

Um dos maiores objetivos do SEO é também o principal indicador para saber se a estratégia está trazendo resultados. O tráfego orgânico é o número de visitantes da página que chegam a partir de uma pesquisa feita na internet sem que você precise pagar para aparecer nas respostas sugeridas. Essa métrica é importante porque dará a você uma visão geral de como está a sua classificação e o que não está surtindo efeito dentro da estratégia.

O ideal é que você tenha um profissional acompanhando diariamente a sua posição nos resultados, se não for possível, utilize o Google Analytics para ver suas sessões de pesquisa orgânica, novos usuários, taxa de rejeição e duração da página. O monitoramento das métricas de SEO é crucial para traçar uma estratégia efetiva.

Nº 2: As palavras-chave que você tem conseguido classificar automaticamente

Ao longo do trabalho de SEO existem algumas palavras-chave que você classifica automaticamente, ou seja, os próprios mecanismos de busca fazem a relação. É fundamental acompanhar quais são esses termos para entender os assuntos que têm trazido mais resultados para a marca.

A partir do momento que você entende quais são as palavras-chaves que já estão classificando a sua página, terá mais facilidade para traçar uma estratégia de SEO que traga resultados mais rápidos. Para descobrir quais palavras-chave seu site está classificado atualmente, você pode usar o Google Search Console.

Nº 3: Palavras-chave que você deseja classificar

Observar quais são os termos que você está classificando automaticamente é importante, mas você não pode perder de vista as palavras-chaves que deseja classificar! Uma otimização correta pode fazer a diferença no seu negócio, portanto, sempre que for avaliar as métricas de SEO, veja quantas pesquisas algumas palavras-chave têm a cada mês, faça uma análise completa para ver onde estão as oportunidades de classificação para ela e se valer a pena, comece o trabalho de SEO.

Utilize uma ferramenta para ver qual é o volume de pesquisa de uma palavra-chave, em seguida, liste quais farão parte do trabalho de marketing digital da marca e siga com o trabalho. Mas, atenção: seja criterioso ao escolher os termos, pois a estratégia é de longo prazo e não é interessante ficar mudando de objetivos no meio do caminho.

Nº 5: Backlinks para as páginas

Um backlink é qualquer ligação recebida de uma fonte na web para outra fonte na internet. Rastreá-los servirá para dar uma ideia do quanto o seu conteúdo é bom. Se você perceber que existem muitos backlinks gratuitos vindos para o seu site, isso é sinal de que as publicações estão boas.

Uma ótima estratégia é rastrear os backlinks de seus concorrentes para descobrir o que é realmente bom no conteúdo deles e onde você está errando o alvo. Essa análise servirá de inspiração para o seu trabalho. Descubra o que funciona para as outras marcas e entenda como aplicar o conceito na sua realidade.

Nº 6: Velocidade da página

Muita gente deixa para prestar atenção na velocidade do site depois que tiver feito todas as outras tarefas de SEO, mas a verdade é que essa preocupação deveria estar no topo da lista. A velocidade da página influencia na sua taxa de rejeição, ou seja, na porcentagem de visitantes do site que clicaram fora de seu site alguns segundos após a visita. Essa taxa é um indicador negativo para o Google, pois mostra que seu conteúdo não é o que eles procuravam – isso significa que o buscador irá encontrar outra pessoa para substituí-lo no ranking.

Se a velocidade da sua página for lenta, o Google não irá priorizá-la na hora de enviar respostas ao usuário. O ideal é que a velocidade de carregamento seja inferior a 2 segundos. Você pode usar o Pagespeed ​​Insights do Google para ver a velocidade dos carregamentos do seu site.

Nº 7: Tráfego Social

O tráfego social é aquele gerado a partir das redes sociais. Observar esse indicador é necessário para entender se você está investindo tempo, dinheiro e esforços em uma estratégia de mídias sociais que traz resultados. Se as suas publicações no Instagram não levam os seguidores para o site, é hora de rever os conteúdos e pensar em melhorias.

O Google Analytics mostrará quantos visitantes do site vieram de canais de mídia social. Os visitantes podem vir do Facebook, Instagram, YouTube e Twitter, então o que precisa ser analisado é a quantidade de usuários e qual o tipo de post estão criando grandes picos no tráfego do seu site.

Nº 8: conversões orgânicas

Você sabe quantos visitantes encontram o seu site no Google e decidem adquirir seu produto ou serviço? Essas métricas de SEO irão direcionar o seu trabalho e validar o sucesso das ações. Ter 100.000 visitantes mensais do site é incrível, mas só é efetivo se você for capaz de converter pelo menos 10% deles em clientes.

As conversões orgânicas são a maneira como seu conteúdo está convertendo os visitantes do site em assinantes de e-mail ou em compradores da sua oferta. Dentro do Google Analytics é possível definir metas de conversão para acompanhar como seu conteúdo está convertendo o tráfego. Um profissional de SEO poderá te auxiliar nas configurações e direcionamento do trabalho.

Desenvolver um bom trabalho e acompanhar as métricas de SEO parece assustador e complexo, mas você não precisa ter medo, aliás, deve entender e investir esforços nele! Um trabalho bem feito é capaz de melhorar sua classificação nos mecanismos de pesquisas, aumentar o alcance da sua marca e melhorar seus resultados de vendas.

Quer começar um trabalho de SEO para sua marca?
Conte com a equipe Webcompany Marketing Digital!

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais.