fbpx
webcompany - Entenda o comportamento das mulheres nas redes sociais

Entenda o comportamento das mulheres nas redes sociais

Inscreva-se para receber novidades, insights e dicas sobre marketing digital diretamente em seu email.

Entender o comportamento das mulheres nas redes sociais é fundamental para criar uma estratégia coerente com a marca e seu público. Existem alguns dados importantes a serem analisados, principalmente se o seu objetivo é fortalecer o vínculo de forma autêntica e criar conversas relevantes para a audiência.

Segundo a pesquisa realizada pela Influester, as mulheres são mais ativas do que os homens nas redes sociais e tendem a interagir mais com um conteúdo que seja agradável para elas. Existe uma diferença no comportamento das mulheres das três últimas gerações (X, Y e Z) na hora de se engajar com as plataformas. Entretanto, mais de 80% delas afirmam que se divertem com conteúdos criados por marcas nas redes sociais.

>>> Vídeos para redes sociais: estratégia de marketing digital que cresce a cada ano

Os principais meios onde as mulheres procuram por conteúdos são em redes sociais, com mais de 90% de preferência. Em seguida, estão os sites e blogs com quase 50% de escolha entre elas. Os principais fatores para que haja essa procura são: conteúdos autênticos, entretenimento e contar uma história – sendo assim, é fundamental criar uma comunicação contemporânea, que retrata melhor o que as mulheres realmente desejam no seu dia a dia.

Uma pesquisa publicada pelo Google mostra que as mulheres se interessam em conhecer experiências reais, que tragam mais informação e as ajudem a tomar melhores decisões e legitimar suas vivências. As mulheres da geração X são as que estão mais propensas a compartilhar publicações de marcas em seus próprios perfis quando há a identificação com o conteúdo, 68% afirmam que já fazem isso.

De acordo com o comportamento das mulheres na internet, oque elas estão buscando?

A liberdade em seus corpos, carreira profissional e a rotina são alguns dos assuntos que interessam para o público feminino. Cada vez mais mulheres falam em autoaceitação, abrindo espaço para o aparecimento de novas tendências. A transição capilar, por exemplo, é uma das buscas que registrou um importante salto nos últimos cinco anos e está no radar das marcas que conversam com este público.

Na hora de produzir conteúdos ou publicidade para as mulheres, tenha em mente que o que funcionava há alguns anos, já não se encaixa mais. Independente do setor de atuação da empresa, é fundamental considerar que o público feminino quer ir além, tendo seu espaço de igualdade respeitado.

Apesar dessa visão ainda ser pouco explorada no marketing, jovens artistas, ativistas e algumas marcas já estão dialogando cada vez mais com as mulheres, normalizando questões que um dia foram tabus, como menstruação e prazer feminino. É claro que nem todas as pautas se encaixam com a história do seu negócio. Mas como você pode ampliar seus horizontes e se conectar com esse novo perfil de consumidora? Essa é a reflexão que fica!

Comportamento das Mulheres nas Redes Sociais – Maternidade e outras datas comemorativas

Está mais do que na hora de aceitar que o conteúdo que as mulheres procuram na internet vai muito além do universo da beleza. Empreendedorismo, maternidade real, educação e empoderamento são assuntos que despertam a atenção e fazem cada vez mais parte da realidade feminina. Essa evolução no comportamento das mulheres no ambiente digital deve ser considerada no momento do desenvolvimento de materiais e campanhas para datas comemorativas, como o Dia das Mães ou Outubro Rosa.

As mulheres lutaram para ocupar novos espaços e assumiram papéis que tempos atrás eram exclusivos dos homens, mas ainda assim sentem o peso de continuar sendo as principais responsáveis pela criação dos filhos.

3 - Entenda o comportamento das mulheres nas redes sociais 2 - Entenda o comportamento das mulheres nas redes sociais 1 - Entenda o comportamento das mulheres nas redes sociais

Considerando que em muitos casos a maternidade é uma realidade solitária, a internet vira a principal fonte de informação da mulher. E as marcas que oferecem o suporte necessário nessa fase saem na frente na disputa pela atenção.

4 - Entenda o comportamento das mulheres nas redes sociais

Pesquisas realizadas nos EUA mostram que as mulheres entre 18 e 34 anos estão duas vezes mais inclinadas a formar uma imagem positiva de uma marca com discurso de empoderamento e 80% mais inclinadas a se engajar com conteúdos com esse tipo de mensagem.

Marcas que olham com cuidado para os dados sobre o comportamento das mulheres nas redes sociais, conseguem desenvolver conteúdos que podem impactar baseando-se no que elas realmente assistem, e não no que sempre assistiram.

5 - Entenda o comportamento das mulheres nas redes sociais

Dicas para desenvolver conteúdos relevantes para o Dia das Mães

  • Fuja dos estereótipos.
  • Mostre um contexto mais real da maternidade.
  • Explore os interesses e qualidades das mulheres além da maternidade.
  • Se for falar sobre maternidade, traga informações sobre os medos e desafios do período.
  • Crie diálogos que sejam autênticos e atuais.
  • Se coloque na posição de leitura e reflita sobre o quanto aquela mensagem faz sentido.
    6 - Entenda o comportamento das mulheres nas redes sociais

É fundamental que, independente da plataforma escolhida, as marcas apresentem uma comunicação verdadeira, se conectando de forma genuína com o público feminino e entendendo seus hábitos e desejos enquanto mulher.

Pensar em equidade, inclusão e diversidade é uma necessidade, ainda mais em contextos desafiadores, em que as desigualdades se tornaram mais evidentes. As pessoas não querem ver apenas posts bonitos, elas esperam mais comprometimento e suporte das marcas. É preciso fortalecer seus valores e posicionamento enquanto trabalha os pilares do marketing digital.

As mulheres percebem na internet um espaço de acolhimento e compreensão. Se você produz materiais para o YouTube, rede social mais procurada para acompanhar as questões ligadas ao universo feminino, procure oferecer um conteúdo mais robusto e educativo e conte com influenciadoras para fortalecer a mensagem. 52% da audiência acredita que os criadores são as melhores pessoas para passar uma mensagem de luta!

Com base nos dados dessa pesquisa é possível montar estratégias e conteúdos relevantes com o tom de voz adequado para as mulheres. Fale com os especialistas da Webcompany Marketing Digital e entenda como sua empresa pode fazer isso!

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais.