fbpx

O fim dos anúncios laterais do Google. E agora?

Inscreva-se para receber novidades, insights e dicas sobre marketing digital diretamente em seu email.

Se você já investe em mídia online e/ou pretende caminhar para isso, você já deve ter reparado na última mudança realizada pelo Google: a plataforma não exibe mais anúncios em sua barra lateral. Mas quais serão os impactos dessa mudança? Serão positivos ou negativos? Fique com a gente e descubra. 😉

Queda do orgânico

De cara, é importante saber que essa decisão acarreta no aumento de 3 para 4 anúncios no topo para os termos com muita procura. Isso, em nível Brasil, é uma notícia significativa, visto a quantidade de anunciantes e de investimento que circulam na plataforma diariamente.
Com mais um espaço pago na primeira página de resultados, temos um queda certa dos conteúdos orgânicos. Quem não investe, vai precisar de mais rolagens para ter seu link visível 🙁

Mais cliques ou menos cliques?

Sim, isso é uma dúvida. Não podemos ditar uma regra sobre o resultado dessa mudança para os anunciantes, mas dados apontam que apenas cerca de 15% dos cliques pagos vinham da barra lateral. O que significa que o impacto para os anunciantes poderá ser menor ou até positivo, visto que os usuários que não clicavam na lateral terão mais possibilidade de escolher pelo seu anúncio no topo (com o aumento de três para quatro posições), porém agora com menas posições o custo para os primeiros lugares tente a encarecer ainda mais.
Quando falamos de taxa de conversão, também não podemos afirmar se haverá um aumento nos resultados, ok? Estudos vindos do próprio Google confirmam que a intenção de compra/conversão do usuário não muda de acordo com a posição do anúncio (lateral, fim da página, primeira ou quarta posição), porém devido ao maior concorrência pelo leilão o que pode ser previsto é uma aumento no custo da conversão.

Conclusão

É, pessoal. a conclusão é bastante óbvia: mais uma vez aprendemos que o que importa mesmo é saber gerenciar uma campanha, é saber servir um anúncio correto e bem escrito para um resultado mais próximo possível da busca do usuário.

Com o orgânico em queda, as empresas terão de investir principalmente nos termos mais concorridos. Se esse investimento estiver sob uma boa gerência e com um conteúdo relevante na ponta, pra que o usuário chegue aonde necessita, não importa a posição dos anúncios. Importa a boa estratégia.

Venha conversar com a gente sobre mídia online! 

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais.