MENU

Apesar da crise, investimentos em mídia digital crescem quase 30%

Que os investimentos em mídia digital não param de crescer, todo mundo sabe. A questão é: qual é essa proporção de crescimento? Para esclarecer essa dúvida, o IAB Brasil realizou uma pesquisa com o objetivo de mensurar os investimentos em mídia digital no país em 2016.

No final de 2015, havia uma estimativa desse crescimento para o ano de 2016 de 12% em relação ao ano anterior, aproximadamente cerca de R$10,4 bilhões investidos em mídia digital. Os dados coletados confirmam que, na realidade, essa estimativa ficou bem abaixo dos valores reais.

Em 2016 foram investidos R$11,6 bilhões em mídia digital, isso significa um aumento de 26% com relação ao ano de 2015. No Reino Unido houve uma crise no país neste ano e isso refletiu diretamente nos investimentos em digital. As marcas deixaram de anunciar nas mídias off-line (outdoor, rádio, TV) para concentrar esse investimento em mídia on-line, já que com a mídia digital é possível monitorar melhor as performances dos usuários nas redes.

No Brasil, o investimento de R$11,6 bilhões em mídia digital ficou dividido da seguinte forma: 48,5%, que representa R$5,7 bilhões foram investidos em pesquisa, classificados e comparadores de preço. Display e Social ficaram com R$3,8 bilhões, que representa 32,5% do total. Vídeos fecham a lista com 19% do investimento total, cerca de R$2,2 bilhões.

É possível notar através desses dados que o objetivo das marcas ao anunciar nas mídias digitais ainda é gerar vendas, principalmente nos períodos de crise. A escolha do digital se deve ao fato de que há a possibilidade de acompanhar melhor a performance nas redes, com isso fica muito mais claro para o anunciante entender em qual canal deve direcionar seu investimento para maximizar seus resultados.

A mídia programática também teve uma participação com 16,5% de todo o digital, com investimento de R$1,6 bilhões. Porém esse número ainda é baixo comparado ao seu potencial, visto que essa mídia tem um foco maior em médias e grandes empresas, já que é necessário investir um valor relativamente mais alto em comparação aos outros formatos.

Recentemente a Adidas anunciou que irá focar todo o seu investimento apenas em mídia digital. Isso significa toda a verba de investimento da marca ficará centralizada somente no digital. Esse é um passo importante para analisar como o investimento em mídia digital vem conquistando as marcas e mostrando que, com cobertura e frequência, é possível entregar resultados tão bons ou até melhores que os formatos tradicionais, não sendo atribuída somente para conversão.

A estimativa para 2017 é que novamente o crescimento seja de 26%, chegando aos R$14,8 bilhões e representando ? do investimento em publicidade no país inteiro.