Fim do ano: potencialize a comunicação digital numa época de concorrência

Para muitas empresas o fim de ano é uma época crucial para as vendas, com Black Friday, vendas de natal e o 13º salário. Para uma campanha digital eficiente, porém, o planejamento e programação deve começar antes de dezembro.

 

Pode até parecer cedo para pensar nos anúncios que você quer fazer no Natal, mas não é. De acordo com o Google, os consumidores europeus, por exemplo, começam a procurar os produtos de Natal ainda em outubro, para ter tempo de avaliarem as opções e um a cada três europeus que realizam compras online acreditam que deixar as compras para novembro já é muito tarde. Assim, não há mágica de Papai Noel que façam suas vendas decolarem se você não está disponível na hora que os consumidores estão pesquisando.

Assim, nesse primeiro momento os consumidores ainda estão buscando inspirações e entrarão nos buscadores procurando os produtos mais bem colocados nos buscadores.  Como indicação do Thinking Google, revise as palavras-chaves e ajuste alguns conteúdos para que tenham mais atração nesse período, com atrativos como “oferta limitada”, “promoção válida apenas hoje”, “frete grátis”, que servem como chamariz. Nas redes sociais, proponha kits de presentes para diferentes personalidades e faixas de preços; para que seus conteúdos atraíam essas pessoas que estão atrás de inspirações para o fim do ano.

Aproveite também esse período para facilitar o processo de compras: de acordo com o Google 41% dos consumidores afirmam que as lojas virtuais deveriam melhorar a forma de indicar as informações básicas, logo na página do produto, como se há disponibilidade de estoque, produtos similares, simulação de frete e estimativa de entrega, por exemplo. São pequenos ajustes que já transmitem mais credibilidade e podem ser um diferencial para quem está procurando agilidade na hora de fechar as compras de fim de ano.  

Como todos os anúncios online funcionam por leilão, com o aumento do preço dependendo da procura, deixar para fazer suas campanhas de Natal apenas no começo de dezembro pode representar um encarecimento e queda nos resultados. Assim, planejar os esforços iniciais logo para o começo de novembro, portanto, evita que você bata de frente com grandes marcas que, com toda certeza, vão investir pesado em estar na timeline dos consumidores nas semanas entre a Black Friday e a metade de Dezembro.

Digital X Loja Física: aliados de vendas

Por mais que as vendas online seja um canal cada vez mais importante, ainda há consumidores que preferem pesquisar no celular e visitar a loja para concluírem as compras, especialmente quando a compra envolve um valor mais elevado, como indicou a pesquisa da empresa Adlucent: 66% dos consumidores que visitaram lojas online também visitaram lojas físicas.

Nesse sentido, promover anúncios direcionados por geolocalização pode ser uma oportunidade de atrair clientes nesse período, já que de acordo com o Google três de quatro usuários que fazem buscas locais acabam visitando a empresa pesquisa dentro de 24 horas. Assim, sem excluir nenhum canal, há uma sinergia entre o digital e o físico, beneficiando os dois formatos.

Dessa maneira, não acredite mais que só por estar no fim do ano as vendas crescerão progressivamente, sem esforços. É necessário planejar as campanhas de anúncios o quanto antes, adotar novas estratégias de abordagem e atualizar o canal de compra para que os potenciais clientes tenham as informações logo de cara. Mais do que nunca, misturar o digital e o físico, o marketing “tradicional” com o online e entender os hábitos dos consumidores são os diferenciais que podem definir se Papai Noel será aliado ou não com suas vendas neste fim de ano.