Como criar estratégias para os Millennials?

Ultimamente os Millennials têm sido pauta de muitos planejamentos e alvo de inúmeras campanhas de marcas. Mas o que esse grupo de pessoas tem de tão especial para despertar o fascínio das empresas? Você vai descobrir agora!
Se engana quem pensa que os Millennials são as pessoas que nasceram depois dos anos 2000. Na verdade, o grupo é dividido em duas faixa etárias diferentes: 25 a 34 anos são os Old Millennials e de 18 a 24 são os Young Millennials. Esse é a informação chave para entender que é necessário pensar em públicos diferentes, já que não é tudo a mesma coisa.

Old Millenials

Essa geração nasceu quando o acesso à informação ainda era limitado e as tecnologias atuais ainda estavam em desenvolvimento. Internet, smartphones, redes sociais ainda não existiam ativamente no Brasil e as coisas não estavam ao alcance de um clique como é atualmente. Além disso, essa geração acredita em possuir bens materiais e segurança econômica: ter um carro, uma casa, um trabalho com carteira assinada e outros tipos de bens que transmitem a sensação de comodidade e conforto.
Segundo pesquisa do Google, os principais focos dos Old Milennials para os próximos 12 meses são (nessa ordem):
– Mudar ou conseguir um emprego;

– Viajar ao exterior;
– Comprar um imóvel;
– Começar ou voltar a estudar;
– Sair da casa dos pais;
– Ter um filho.
Os Old Milennials foram adolescentes nos anos 90, viveram sem internet por muito tempo e já eram adultos quando a era das redes sociais chegou. A consequência disso é que esse público consome mais conteúdos relacionados aos anos 90 do que qualquer outra faixa etária.

Young Milennials

Por outro lado, essa galera nasceu na mudança de tudo, na época em que um toque na tela pode realizar diversas ações e a informação está muito mais fácil e rápida de ser acessada. Eles foram adolescentes nos anos 2000 e estão conectados à internet e às redes sociais desde sempre. Entendem a recessão econômica em que vivemos e por isso seus valores não são pautados em bens materiais e sim em experiências de vida. São pessoas realistas, questionadoras e não se prendem ao futuro, a vida é aqui e agora. Para os Young Milennials, a educação é sua prioridade e para 42% deles, o diploma é a maior conquista que podem ter.

União das duas gerações de Milennials

É possível notar que essas duas gerações de Milennials possuem grandes diferenças, mas o elo que une ambos é o acesso à informação com a presença constante da internet, tecnologia e redes sociais em suas vidas.
Uma pesquisa do Yahoo em parceria com o Tumblr revela que 54% dos Milennials entrevistados preferem conteúdos rápidos e interessantes nas redes sociais. E 55% deste público assistem vídeos em diversos dispositivos, várias vezes aos dia. Campanhas educativas que transmitem informações breves e relevantes, entretenimento para aliviar a tensão do dia a dia e ideias que inspiram são algumas das ações a serem consideradas para impactar os Milennials de forma positiva.
As marcas podem fazer parte de tudo isso ao criar estratégias pensadas nesse público. Não devem tentar vender algo para os Milennials focando nas gerações anteriores porque seu poder de compra e sua forma de ver o mundo é totalmente diferente. Eles possuem seus próprios valores e buscam marcas que estejam alinhadas com isso. Já pensou em como otimizar essas ações para a sua empresa? 😉