Nos últimos anos, UX se tornou um assunto cada vez mais comum dentro das empresas e agências de marketing digital. UX é a abreviação de User Experience que, ao pé da letra, significa Experiência do Usuário. Em resumo, UX é um estudo do comportamento do usuário que tem como objetivo realizar a melhor experiência do uso de um produto, seja ele qual for.

É possível encontrar UX em diversas áreas. Em um supermercado, por exemplo, a forma como os produtos são dispostos nas gôndolas é definida para gerar a melhor experiência do consumidor, assim ele já saberá onde ir sem se perder ou desistir no meio processo. O UX faz parte do dia a dia de vários setores, ele está em todos os locais que buscam cada vez mais proporcionar uma melhor experiência para seus usuários.

No marketing digital, o UX é aplicado no desenvolvimento de sites, aplicativos, chatbots e outros sistemas. Realizar pesquisas com seus usuários é uma das ferramentas utilizadas para entender melhor quais são as expectativas e encaminhar os projetos na direção certa.

Dentro de um projeto existem vários fatores que devem ser analisados para que a experiência seja melhor: estratégia, métricas, design, redação, branding, tecnologia entre outros. Tudo isso deve estar conectado com as expectativas que uma pessoa tem ao acessar um site, por exemplo.

O profissional que trabalha com UX estará envolvido em todos esses processos da agência, desde o briefing, desenvolvimento do projeto e pós-lançamento, monitorando e aperfeiçoando o produto. Uma pesquisa de mercado de UX no Brasil revelou que 70% dos profissionais que desenvolvem projetos não medem o retorno de investimento em UX, deixando de fora essa análise tão importante que deve ser apresentada junto com os resultados do projeto.

Uma das vertentes do UX é o UI ou User Interface. Todo o trabalho de interface, desenho e projeto visual que os usuários interagem é o profissional de UI quem desenvolve, pensando e analisando os melhores componentes como cores, fontes, estilo de layout e demais recursos gráficos para melhorar a experiência de quem acessa os sites, aplicativos, chatbots e outros serviços que dependem de UX.

Kléber Sigrist, que faz parte de nossa equipe como especialista em desenvolvimento, comenta um pouco de como é o uso do UX em nosso dia a dia:

“Em todos os projetos da Webcompany a experiência do usuário é sempre um norteador, desde o primeiro briefing com o cliente. Atualmente desenvolvemos soluções que variam entre websites, aplicativos, sistemas web, chatbots, etc. Ter em mente o que o usuário espera ao utilizar esses serviços é um ponto crítico entre o sucesso e o erro completo. A ideia é não fazer o usuário ter que se adaptar à interface, mas sim a interface se adaptar ao usuário. Ao longo deste processo, temos sempre que dimensionar o desempenho e a velocidade com que essa interação vai ocorrer para ser realmente fluida. Ter a preocupação com validações de dados, mensagens de erro, testes e compatibilidade de dispositivos também são etapas importantes deste processo.”


A partir de hoje, transforme o UX em um estudo essencial na definição de seus produtos, já que estarão alinhados com aquilo que o seu cliente procura e com certeza fará a diferença na hora de conquistar novos clientes.