MENU

Dicas para ficar de olho na produção de vídeos para as redes sociais!

Seja no momento de lazer, para estudos ou mesmo para deixar rodando enquanto você faz outras atividades, assistir a vídeos se tornou parte da rotina de quem está online. Se até pouco tempo eles eram mais restritos aos Youtube, hoje eles estão cada vez mais populares em diferentes redes sociais.

Com essa expansão, recentemente a empresa americana breadnbeyond fez um infográfico indicando algumas orientações e análises sobre o consumo de vídeos nas redes, com alguns dados relevantes para colocar já em prática na sua produção audiovisual.

Como fazer melhores vídeos?

A pesquisa indicou que as “lives” se tornarão cada vez mais frequentes e importantes, já que 82% dos consumidores disseram preferir vídeos ao vivo do que outros formatos de posts, o que pode ser explicado pela maior espontaneidade e aproximação do público, sendo mais personalizado que um vídeo repleto de edições ou pós-produção, por exemplo.

Outra tendência para ficar de olho é quanto a duração dos seus vídeos, já que com a popularização do Snapchat ou a função Stories do Instagram, cada vez estamos consumindo vídeos mais curtos, que dão uma sensação de urgência e importância. Além disso, com cada vez mais pessoas consumindo vídeos pelos dispositivos portáteis, como os celulares, vídeos longos e que demoram para carregar podem ser facilmente ignorados. De acordo com a pesquisa de breadnbeyond, 69% das interações nas redes sociais já são realizadas em plataformas mobile e estar preparado para essa realidade é uma urgência.

Um bom momento dos influencers:

Com o crescimento dos vídeos, esse também é um bom momento para os produtores de conteúdos no Youtube e Instagram, que terão novas possibilidades de parcerias e marcas. O que está mudando, entretanto, é que ao invés de procurar influenciadores gerais cada vez há uma maior valorização de produtores de conteúdos que tenham propriedade e credibilidade com seu público, com assuntos específicos. Entre os motivos que fazem dessa parceria entre marcas e influenciadores uma tendência, está a proximidade que os produtores de conteúdo têm com o público, inserindo as dicas e sugestões de lançamentos dentro do dia a dia e não seguindo um roteiro engessado.

E na prática?

O que a pesquisa aponta, com diferentes indicadores, é que as pessoas procuram cada vez mais vídeos personalizados e que estejam de acordo com o momento em que estamos vivendo. Assim, produções mais curtas, originais, antenadas com influenciadores e com as tecnologias não vão ser mais uma exceção, mas uma tendência crescente.

Acompanhar as tendências vai muito além de parecer “descolado” nas redes sociais, mas pode ajudar a se conectar de verdade com um novo público que já consome esse tipo de conteúdo multimídia. Assim, começar a produzir seus vídeos pode ser um diferencial para entrar em uma rotina que muitas pessoas estão acostumadas e estar onde seus futuros consumidores estão.