fbpx
webcompany - Como diminuir a taxa de rejeição do seu blog

Como diminuir a taxa de rejeição do seu blog

Inscreva-se para receber novidades, insights e dicas sobre marketing digital diretamente em seu email.

Diminuir a taxa de rejeição está entre os principais objetivos de quem busca aprimorar suas estratégias de marketing de conteúdo, mas essa tarefa não é tão simples quanto parece, pois envolve análises detalhadas do tipo de página, perfil dos usuários e a qualidade dos materiais produzidos para o blog.

Uma rejeição ocorre quando um visitante visualiza apenas uma página do seu site durante uma visita. Não importa de que fonte ele tenha vindo – orgânica, social, e-mail marketing, referência, pago – nem por quanto tempo visualizou a página, o que conta é que ele não clicou ou carregou nenhuma outra área do site. Chamamos de taxa de rejeição a porcentagem de pessoas que tomam essa atitude.

Embora todos estejam buscando diminuir a taxa de rejeição, é preciso entender que não existe um padrão de número para a taxa, porque isso varia de acordo com o propósito da página. Por exemplo, a página inicial e o feed do seu blog costumam ter taxas menores, pois servem como um caminho para o acesso a conteúdos maiores. Já os espaços onde ficam os artigos mais completos ou as páginas de produtos ou serviços costumam ter um acesso mais demorado.

Por que é importante diminuir a taxa de rejeição?

Quando uma pessoa acessa o seu site e sai logo em seguida, sem visitar nenhuma outra página, normalmente, isso sugere que ela não encontrou o que estava procurando ou a usabilidade da página não era boa o suficiente para despertar o interesse em continuar.

Esses dois motivos – que influenciam muito nos resultados da empresa a longo prazo – fazem com que uma alta taxa de rejeição seja preocupante, pois ela indica que os visitantes não estão buscando mais conteúdos no seu site, não estão clicando nos call-to-actions e muito menos estão sendo convertidos em contatos. Conseguir diminuir a taxa de rejeição significa se tornar mais atrativo para o possível cliente.

  • Uma dúvida comum: as pessoas rejeitam a página porque não gostam do conteúdo?

Existe essa possibilidade, mas essa não é a única razão! É mais provável que o tempo de permanência seja baixo porque as pessoas não estão obtendo muito valor com aquele acesso. Pode ser que o artigo publicado não tenha respondido as dúvidas ou a leitura estava chata e cansativa. São muitos fatores, por isso é recomendado acompanhar com frequência e analisar como é o engajamento do cliente com a marca na internet.

Como diminuir a taxa de rejeição

Dê à página uma estrutura clara
Existem tantos conteúdos bons na internet, mas que quase não são lidos porque estão mal formatados. Isso é ruim para quem perde a oportunidade de aprender e para as marcas, que deixam de criar um relacionamento. Ao pensar em um artigo para o blog, você deve entender que não basta ter as respostas mais relevantes, é preciso torná-las interessantes.

Quando as pessoas acessam um artigo de blog, raramente começam a ler a partir da primeira palavra. Em vez disso, costumam rolar o artigo em busca de respostas rápidas para suas dúvidas. Pense por um instante, você já fez isso, não é mesmo?

Para proporcionar uma leitura fluida e que prenda a atenção do usuário, explore subtítulos, textos em negritos, quebre os parágrafos e destaque os trechos mais importantes. Os leitores querem entender as principais informações rapidamente e se isso não for possível em um teste de piscar de olhos de 3-5 segundos, eles vão buscar a informação em outro lugar.

Melhore a velocidade de carregamento da página
A internet facilitou o acesso a informação, ou seja, basta jogar a dúvida no Google e você terá a resposta em poucos minutos. Portanto, a melhor maneira de oferecer uma boa experiência ao usuário é entregando uma resposta relevante e rápida.

Garantir um bom carregamento da página, do cabeçalho e das imagens influencia para diminuir a taxa de conversão. Faça um teste: melhore a velocidade de carregamento da página e perceba como será menos frustrante esperar que ela carregue. Quanto menos tempo as pessoas gastam esperando o conteúdo ficar disponível, mais tempo gastarão absorvendo todas as suas informações.

Insira links de qualidade
Buscar maneiras de fazer com que as pessoas permaneçam mais tempo envolvidas com seu artigo é ótimo para diminuir a taxa de rejeição, mas tem outra coisa que ajuda: fazer com que elas leiam conteúdos variados do seu blog. A partir do momento que a marca entrega algo relevante, é provável que o usuário comece a buscar por outros materiais publicados por ela, então, o ideal é indicar onde estão esses conteúdos.

Mostre que existem outras páginas interessantes relacionadas ao tópico atual. Para fazer isso, você precisa ter links em todo o artigo do blog que chamem a atenção do leitor. Cuide de linkar apenas coisas que façam sentido, para não prejudicar a experiência do usuário, porque se as indicações não forem relevantes para a conversa em questão, talvez não sejam muito úteis para ele e, portanto, a página provavelmente não será visitada.

Indique as próximas ações de maneira clara e relevante
Durante a escrita do seu conteúdo você deve utilizar as palavras e estruturas textuais para conduzir o leitor para a direção que ele precisa ir. Por exemplo, depois que terminar a leitura, ele deverá tomar alguma atitude, certo? O que deve ser feito? Use botões de de call to action (CTA) para apontar o caminho. Além de ser bom para reduzir a taxa de rejeição, isso também ajuda a aumentar suas taxas de conversão.

A coisa mais importante ao adicionar CTAs em artigos de blog é que eles devem ir para uma oferta que é mais relevante para a conversa atual e que leva em consideração a jornada do consumidor. Se o conteúdo for de topo de funil, não faz sentido colocar um botão de ação para a compra.

Tenha conteúdo relevante e útil
Verdade seja dita: não importa quantas técnicas de escrita ou SEO você utilize, se o artigo do seu blog não estiver ajudando a pessoa a resolver um problema, satisfazer um desejo ou mantê-la entretida, ele não servirá para muita coisa.

Antes de alterar qualquer coisa em seu blog para diminuir a taxa de rejeição, questione se ele tem as melhores respostas para as perguntas que levam pessoas para a página. Verifique se elas são fáceis de serem entendidas e o mais importante, tenha a certeza de que o foco está em educar e não apenas em vender. Se alguns desses pontos não estiverem sendo cumpridos, é imprescindível que a marca corrija e prepare um conteúdo útil e que corresponda às expectativas de seus visitantes.

Diminuir a taxa de rejeição não precisa ser um bicho de sete cabeças! Basta que a marca dedique um bom tempo em busca das razões que levam ao abandono da página e trabalhe para aprimorar os processos e o conteúdo. Seja qual for o segmento da sua empresa, vale a regra da qualidade: quando você entrega algo interessante, as pessoas sempre ficarão por perto!

Deseja produzir conteúdos de qualidade e diminuir a taxa de rejeição do seu blog?
Conte com a equipe de especialistas da Webcompany!

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais.